sábado, 8 de março de 2014

Yakuza - A máfia japonesa

Essa postagem é de autoria de One , autor de www.omundoreal.com.br e dono do rusmea.com



Belíssima fotografia de Anton Kuster, que mostra o cotidiano da Máfia Japonesa em um dia de velório, aparentemente de um dos seus chefões.
Ainda, mostra os treinamentos que os novatos tem com facas, momentos no banho em conjunto, dedos cortados, negociações, guarda-costas, stripers e muitas tatuagens.

Não sei se é preciso dizer que a Yakuza sobrevive enquanto guerras eclodem e governos caem no decorrer da história.

Isso se deve a que a máfia manteve até hoje um importante código de honra:

A Palavra.

Se disserem que vão te matar...

Eles irão cumprir o que disseram, custe o que custar.

A Yakuza é conhecida também como Bourioukudan, grupo da violência e Gokutou.
Suas atividades são inúmeras, dentre elas, extorquem de praticamente todos os estabelecimentos relacionados a bebida, chantagem em todos os âmbitos da sociedade, inclusive tem os seus tentáculos enforcando certos governantes.
Além disso, entram no seu rol de negócios, os jogos clandestinos de azar, o tráfico restrito de drogas e armas de fogo, tráfico de pessoas, prostituição e produção de vídeos adultos forçados (Como pagamento de dívidas), assassinatos por encomenda, "proteção" comercial, enfim a lista é interminável.

Mesmo sendo o pior dos piores, os temidos grupos da máfia participaram ativamente em conjunto com a extrema direita (Os Nacionalistas, a antiga guarda Imperial) nas tragédias de Kobe e no terremoto de Março de 2011, resgatando, auxiliando com comida, água e abrigo milhares de pessoas.

ONE

Galeria do coedmagazine.com:







































Nenhum comentário:

Postar um comentário